Liderança: As verdades sobre a Liderança Servidora

Mais palavras já foram escritas a respeito de Jesus que sobre qualquer outra personagem da história. Aqui é analisado como um líder que age com humildade e precaução, sabendo que o resultado não faz justiça à sua pessoa. No entanto, combinar a noção de liderança com a pessoa de Jesus Cristo leva-nos de imediato a uma verdade: Jesus ensinou a viver uma filosofia de liderança de grande impacto que, em sua época, era um comportamento novo e desconcertante. Muitos peritos em liderança (alguns dos quais nem se identificam com o Senhor) estão hoje analisando, testando e promovendo os métodos de Jesus.

O episódio  em que Jesus lava os pés dos discípulos é um bom exemplo da filosofia de liderança do Senhor. O filho de Deus, detentor de infinito poder pessoal e posicional, ensinou aos futuros líderes um lição inestimável sobre liderança. Os pés sujos deles eram apenas um problema muito maior: o orgulho competitivo, incompatível com a precisão que tinham de humildade.

A filosofia essencial da liderança de Jesus era direcionada aos mais elevados líderes da história da igreja. Esses homens conduziram a igreja antes da existência  de instruções escritas sobre seu funcionamento. Eram os aliados mais próximos de Jesus e os únicos que compreendiam totalmente como as coisas deviam funcionar. Novos ensinos, novos adeptos, confusões controvérsias, mudanças – a tarefa deles implicava tudo que costumava acompanhar um empreendimento dessa envergadura. Eles necessitariam de muito poder e influência. Como deveriam proceder?

Jesus diz que, o líder cristão, o uso visível da autoridade  sobre pessoas à sua volta, o ato de exercer “domínio”, não é uma opção. Como então o líder levará o povo a fazer o que precisa ser feito? Jesus diz, em essência: “para ser importante seja servo; para ser primeiro, seja escravo”. O “primeiro” é superior ao “importante” , e o “escravo” é mais selvil que o “servo”. Pense nisso.

A maioria dos ouvintes estava prevendo confusão sobre a funcionalidade dessa forma de agir (na verdade, a maioria dos ouvinte estava  convicta de que não funcionaria), Jesus usa argumento simples e conclusiva.(O filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos).

Hoje, incontáveis paginas de artigos publicados em livros e revistas mostra sobre o que faz a liderança funcionar. À medida que os dados são produzidos e analisados, os peritos  acumulam cada vez mais teorias que concordam com o que Jesus ensinou: “…quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo, e quem quiser ser o primeiro deverá ser escrevo”. Jesus ensinava e depois saía para viver e praticar o que ensinou.

Fontes: Textos Bíblicos:  João 13.1-17; Mateus 20.20-28;

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s